O entendimento pleno do homem como parte da natureza e não à parte dela é essencial para a prática do desenvolvimento sustentável. Mais que uma questão de ordem social e econômica se trata da sobrevivência da espécie humana, pois "tudo que acontecer à Terra acontecerá aos filhos da Terra".